Fale Conosco
:: Sexta-feira, 26 de Agosto de 2016
A A A









Valid XHTML 1.0 Strict  CSS válido!


A missão da OBT é ser o líder científico e tecnológico no uso de Sensoriamento Remoto e Geoprocessamento para conhecer o território e o mar continental brasileiro, em cinco áreas de atuação:
  • Ser um centro de referência internacional nas técnicas de especificação, avaliação e uso de sistemas imageadores de Sensoriamento Remoto para a região tropical.

  • Apoiar o programa espacial brasileiro na concepção, processamento e aplicações dos satélites de observação da terra.

  • Ser um centro de referência internacional no desenvolvimento de software livre em Processamento de Imagens e Geoprocessamento.

  • Manter um centro de geração e difusão de imagens de satélites de observação da terra para a sociedade brasileira.

  • Ser um centro de referência internacional na área de modelagem ambiental dos ecossistemas brasileiros.

DSR - Divisão de Sensoriamento Remoto

A missão da Divisão de Sensoriamento Remoto (DSR) é gerar e transmitir conhecimento técnico e científico de alta qualidade em sensoriamento remoto e suas aplicações em benefício da sociedade.

As diretrizes básicas da DSR são:
  • Pesquisa: Conhecer, fazer e divulgar pesquisa criativa e de alta qualidade e integrá-la no programa educacional de pós-graduação.

  • Educação: Contribuir e aprimorar continuamente o programa de pós-graduação em sensoriamento remoto, buscando sempre sua excelência.

  • Extensão: (serviço/difusão): Promover ações de qualidade que atendam e estimulem demandas locais, regionais e nacionais para o uso, conhecimento e aplicações de técnicas de Sensoriamento Remoto.


DPI - Divisão de Processamento de Imagem

A Divisão de Processamento de Imagens (DPI) faz parte da Coordenação Geral de Observação da Terra (OBT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

As atividades da DPI envolvem pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico em processamento digital de imagens de satélites e sensores remotos, e em geoprocessamento, visando assegurar o domínio tecnológico neste segmento, fundamental para a plena utilização do sensoriamento remoto.

Principais Objetivos:
  • Especificar, projetar e desenvolver sistemas para processamento de imagens e geoprocessamento, adequados às necessidades brasileiras.

  • Fomentar a criação de competência em processamento de imagens, geoprocessamento e tecnologias associadas em universidades e empresas de serviço e usuários, visando a ampla utilização da tecnologia de sensoriamento remoto no país.

  • Participar de projetos de interesse nacional, em sua área de competência.


DGI - Divisão de Geração de Imagem

A missão da Divisão de Geração de Imagens (DGI), da Coordenação Geral de Observação da Terra (OBT), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), é responsável pela recepção, processamento e distribuição de imagens de sensoriamento remoto adquiridas por satélites.

  • Referência nacional e internacional em SR (22.148 citações)
  • Política de distribuição de dados livre (2.500.000 imagens)
  • SPRING tem mais de 200.000 usuários cadastrados
  • Programa de pós-graduação em SR com conceito 7 na CAPES
  • Programa de treinamento e capacitação forte
  • Organização de simpósios de excelência
  • Produtos e serviços que atendem políticas públicas do Estado e sociedade
  • Projetos científicos e tecnológicos de excelência
  • Forte cooperação internacional


Contato
Coordenação Geral: Leila Maria Garcia Fonseca
Divisão de Sensoriamento Remoto: Flávio Jorge Ponzoni
Divisão de Processamento Imagens: Lúbia Vinhas
Divisão de Geração de Imagens: Josiane Maria Gomes Mafra

Coordenação-Geral de Observação da Terra - OBT
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE
Avenida dos Astronautas, 1.758 - Jd. Granja - CEP 12227-010
Tel: 55-12-3208-6499 /6459
Fax : 55-12-3208-6460
São José dos Campos - SP - Brasil