Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Programas > Amazônia e Outros Biomas > DETER > DETER INTENSO

DETER INTENSO

No final de 2019, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e algumas agências de fiscalização estaduais demandaram uma forma mais ágil e precisa de fornecimento de alertas de desmatamento ou degradação florestal para áreas consideradas críticas em termo de desmatamento. Desta forma foi criada versão complementar e aprimorada do sistema DETER, chamada de DETER intenso. Essa nova versão resultou da integração das imagens óticas dos satélites CBERS-4 (WFI e MUX), Landsat 8 (OLI), Sentinel 2 (MSI) e imagens do sensor SAR a bordo do satélite Sentinel 1 (banda C) para a detecção das alterações da cobertura florestal em áreas específicas da Amazônia Legal, permitindo detecção de alertas maiores que um hectare. O DETER intenso está baseado em uma plataforma webgis denominado Forest Monitor, que permite o acesso, visualização e o mapeamento das imagens disponibilizadas em ambiente de computação em nuvem provido pela Amazon Web Services (AWS) diretamente na plataforma, sem necessidade de download das imagens e/ou utilização de sistemas de informações geográficas específicos.
A detecção, baseada em vários sensores, permitiu reduzir a influência da cobertura de nuvens no processo de interpretação, bem como, a taxa de revisita para 1 a 2 dias. As classes de mapeamento permanecem idênticas ao DETER e a área mínima mapeável é de 01 hectare. O DETER intenso está atualmente operando em cinco áreas prioritárias na região Anapú (PA), Apuí (AM), Candeias do Jamari (RO), Extrema (RO) e Altamira (PA) que somadas totalizam 484.000 km2.
Além dos alertas geradas pelo DETER intenso, foi desenvolvido um algoritmo para priorização de fiscalização pelo IBAMA e extração sistemática de dados sobre as propriedades rurais a partir do Cadastro Ambiental Rural (CAR). Tipo de propriedade, código de inscrição no CAR, velocidade de expansão do alerta, contigüidade entre alertas, quantidade de alertas dentro de uma mesma propriedade são exemplos de atributos usados na avaliação da prioridade de fiscalização.
O DETER Intenso está em fase de consolidação e homologação dos seus resultados, que são destinados exclusivamente aos órgãos de fiscalização, e portanto seus dados ainda não são públicos.
Contato, dúvidas, sugestões: prodes@dpi.inpe.br ou deter-b@inpe.br



Figura: Sistema de Informação Geográfica Forest Monitor  (WebGIS) utilizado no mapeamento dos alertas do DETER intenso, com acesso as imagens de satélite disponíveis na plataforma do projeto do INPE Brazil Data Cube (BDC).